Dicas de Doula para um parto normal

parto normal

O nascimento de um bebê é algo muito especial e exige um preparo dos papais. A Tatiane Pereira, doula e fisioterapeuta é nossa parceira e hoje escreveu algumas dicas para ajudar na hora do parto.

Se você já optou por um parto normal ou ainda está em dúvida, estas dicas podem te ajudar durante o processo de nascimento de seu filho.

Procure Informação

Desde o início da gestação é muito importante procurar informação de qualidade para te ajudar a decidir que tipo de parto que você quer.  Além disso, quanto mais teoria, menos medo na hora do parto. Estes são alguns livros atuais que trazem bastante informação além de relatos de partos inspiradores.

  • Parto Ativo
  • Parto com amor

Estar próxima de pessoas que desejam as mesmas coisas que você com certeza vai te beneficiar. Infelizmente vivemos em um país em que a cesariana eletiva (agendada) ainda é uma prática aceita e culturalmente enraizada. Como esta mudança está apenas começando a maioria das pessoas simplesmente não entendem a sua escolha, já que a ideia de uma cirurgia sem necessidade é o “normal” para muitos. Estes grupos fortalecem, mas sem extremismos. Simplesmente desmistificando o que é fisiologia e o que é mito. A maioria dos encontros tem com objetivo trazer informação e troca de experiência para ajudá-la em suas escolhas. Em Curitiba e região metropolitana, existe o grupo Doula Curitiba e o Instituto Florescer que oferecem este tipo de apoio.

Escolha uma equipe para te atender

Isto é algo muito pessoal e só cabe a você escolher. Peça por indicações, procure na internet, conheça as pessoas pessoalmente e então decida quais profissionais estão alinhados com seu perfil e com as suas expectativas. É preciso ter muita conexão e empatia, afinal durante o parto você precisa sentir-se a vontade, acolhida e segura na presença de todos eles. Situações de medo ou estresse bloqueiam a produção hormonal durante o trabalho de parto prejudicando a evolução do mesmo. Por isso a escolha é algo que deve ser feita com muita certeza e não tem problema algum se decidir mudar em algum momento da gestação.

Se prepare emocionalmente

Como se preparar para um evento em que eu não faço a menor ideia do que possa acontecer? Comece percebendo como você se sente em situações novas e que não tem muito controle. Assim que perceber o que acontece e como você se sente, pense naquilo que te acalma e que trás para o centro novamente (pode ser uma respiração, uma imagem, uma música ou uma oração). Na teoria parece muito fácil, mas é preciso uma certa prática e novamente é algo muito individual. Gosto muito do exercício de tomar banho no escuro. Você simplesmente apaga luz, fecha os olhos e faz todo o seu ritual. Tente perceber se isso te gera ansiedade, medo ou qualquer outro desconforto físico. O segredo está no perceber-se e entender como seu corpo funciona e responde às emoções. Quanto mais em sintonia com o próprio corpo, mais fácil é lidar com as diferentes sensações presentes no trabalho de parto. É bom lembrar que quando tiver questões emocionais fortes e que você tem dificuldade em lidar, o ideal é procurar um profissional. A qualquer sinal de mal estar abra os olhos e descontinue o exercício.

Se prepare fisicamente

A relaxina, hormônio produzido desde o inicio da gestação, já está atuando no seu corpo para deixar as articulações e músculos mais maleáveis para o nascimento do bebê. Não é necessário ser nenhuma atleta maratonista para parir, mas algumas atividades podem ajudar. Pode ser Yoga para gestantes, pilates, hidroginástica, caminhada, dança, ou seja, qualquer atividade que você goste e te traga bem estar e relaxamento.

Mais para o final da gestação, tudo que faz seu quadril relaxar, como sentar na bola e mover sua pelve em todas as direções, pode melhorar ainda mais a mobilidade e ajuda o bebê ir descendo em direção ao canal de parto. Meditação, relaxamento induzido, massagem relaxante são todos bem vindos nesta fase também.

A massagem perineal pode diminuir as chances de laceração. Procure uma fisioterapeuta especializada que possa te avaliar e te orientar a massagem adequada.

O mais importante do preparo para o parto é identificar o que você precisa, o que você gosta e o que te faz bem. Cada gestante tem suas necessidades singulares e é essencial que sejam respeitadas.

Espero que tenha um bom parto!

Grande beijo,

Tatiana Pereira

Deixe um comentário